Publicidade

Dicas de Viagem
Home
Alfândega
Bagagem
Direitos do Viajante
Documentos
Metrôs no Mundo
Trens
Vacinas
Serviços
Agências de Turismo
Cadastre sua Empresa
Castelos
Cruzeiros
Hospedagem de Sites
Hotéis
Hotéis Fazenda
Lazer p/crianças
Locadoras de Veículos
Mergulho
Pacotes Internacionais
Pacotes Nacionais Aéreos
Pacotes Nacionais Rodoviários
Paradores de Turismo
Parques Temáticos
Pescaria
Publicidade
Resorts
Serviço de Traslado
Ski/Snowboarding
Thermas
 

 

 

 

 

 

Trens

O trem é um dos meios de transporte mais práticos e confortáveis para viajar, principalmente pela Europa, onde há mais de 100 mil destinos em cerca de 30 países. Nas grandes cidades, as estações localizam-se em bairros de fácil acesso e têm uma rede de serviços com bancos, lanchonetes, restaurantes e casas de câmbio. Os trens, em geral, possuem vagões confortáveis, além de carro-leito, vagão-bar e restaurante e compartimentos separados e isolados para fumantes e não-fumantes.

África do Sul e Namíbia

Um dos melhores meios de se fazer um safári pela África é viajando de trem. A Rovos Rail oferece viagens pelos mais belos lugares do continente em trens confortáveis, com paradas em locais de interesse turístico. Há linhas de Pretória até o Kruger National Park, de Pretória até as cataratas Victoria e da Cidade do Cabo a Pretória. Também é possível fazer um safári de 12 dias, viajando por 6.100 km pela África do Sul, Zimbábue, Zâmbia e Tanzânia.

A Shongololo Express Namíbia percorre mais de 2.000 km pela Namíbia, saindo da Cidade do Cabo, na África do Sul, em esquema de safári, com várias paradas. Os roteiros podem durar até 17 dias e passam por reservas, aldeias, cânions, cachoeiras, cavernas e desertos.

Argentina

A Ferrobaires, controlada pela província de Buenos Aires, tem como linha principal Plaza Constitución - Mar del Plata - Miramar, além de rotas que passam pelos pontos turísticos da costa atlântica. Desde que passaram a ser administrados por Buenos Aires, em 1993, os trens (que são antigos) e toda a infra-estrutura de estações e serviços ligada à linha foram reformados.

Ásia

Uma das opções para quem quer viajar de trem pela Ásia é The Eastern & Oriental Express, com seus elegantes vagões, que foram recuperados e preservados.

São três as rotas básicas: Cingapura - Kuala Lumpur - Bancoc, Bancoc - Chiang Mai e Bancoc - Angkor Wat - Cingapura. Em todos os roteiros há paradas para passeios e visitas a monumentos e cidades históricas.

Austrália

Viajar de trem pela Austrália é uma boa opção para percorrer as grandes distâncias entre as cidades com rapidez. O país conta com várias linhas e tipos de trens, dos mais simples até os cinco estrelas.

O Austrailpass é o tipo de bilhete ideal para turismo. O passe deve ser comprado fora da Austrália e oferece serviço de primeira classe e econômica para qualquer viagem ferroviária dentro do país.

A Austrália tem ainda uma versão do famoso Orient Express: o Great South Pacific Express, que possui luxuosos vagões e ótimo serviço. O trem faz viagens regulares entre Cairns, Sydney e Brisbane, percorrendo o litoral leste do país.

Canadá

Boa parte do país pode ser percorrida de trem. Somente a companhia Via Rail possui mais de 420 trens. Quem estiver na costa leste, por exemplo, pode viajar por uma rota que forma um corredor entre Québec, Montreal, Ottawa e Toronto, terminando em Windsor.

Outro roteiro que atravessa paisagens típicas do Canadá percorre os 2.314 km entre Vancouver, Prince George e Fort Nelson pelas montanhas, com a British Columbia Rail.

Também é possível viajar em locomotivas antigas que foram restauradas, como as da South Simcoe Railway, da Alberta Prairie Railway Excursions ou as da Port Stanley Terminal Rail, que fazem o trajeto Port Stanley - Saint Thomas. Existem ainda os "trens-performáticos", que oferecem shows durante as viagens.

Um dos roteiros mais belos é feito pela Rocky Mountaineer Railtours, na região das montanhas de Canadian Rocky. Os trens são bastante confortáveis, têm vagões panorâmicos e oferecem tours, com duração de até uma semana, pelos locais mais bonitos e selvagens da região.

Estados Unidos

Viajar de trem nos Estados Unidos não é apenas uma boa opção para percorrer as enormes distâncias entre os pontos turísticos. É também um ótimo meio de chegar a lugares pouco acessíveis. É possível viajar pelo Grand Canyon, pelo Alasca, nas proximidades das cataratas de Niágara. O trem é opção também para deslocar-se entre grandes cidades, como Nova York e San Francisco.

Há vários tipos de passagens e pacotes. Existem bilhetes específicos para as estações de esqui, para atravessar o país ou para viagens entre as cidades, sem tempo limite de uso. Em geral, crianças, idosos e jovens com menos de 26 anos têm descontos nas passagens.

A principal companhia de trens é a Amtrak, que serve 45 estados norte-americanos. Só não atende o Alasca, Havaí, Maine, Dakota do Sul e Wyoming.

A Amtrak controla também a Acela, empresa de trens de alta velocidade que promete viagens de apenas 2 horas e 45 minutos entre Washington DC e Nova York e de três horas entre Boston e Nova York.

Europa
Mais sobre o EURAILPASS

Existem vários tipos de passes que podem ser comprados ainda no Brasil, antes do embarque - o que permite programar melhor a viagem. É possível percorrer praticamente todo o continente europeu, de maneira segura, rápida e econômica. Antes da compra, o viajante deve analisar com cuidado a cobertura e, principalmente, as limitações de cada modalidade.

Há, por exemplo, passes que cobrem países individualmente, sem limite de utilização. Estes bilhetes estão disponíveis na Alemanha, Áustria, Espanha, França, Itália, Grécia, Praga (República Tcheca), Reino Unido (Inglaterra, Escócia e País de Gales), Suécia e Suíça.

Outros são para regiões específicas: Europass, Eurailpass (válido para 17 países), Iberic Railpass (Espanha e Portugal), Scanrail Pass (Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia.), Balkan Flexipass (Grécia, Turquia, Bulgária, Romênia e Iugoslávia), Benelux Tourrail Pass (Bélgica, Luxemburgo e Holanda) e European East Pass (Áustria, República Eslovaca, República Tcheca, Hungria e Polônia).

Espanha e Portugal

A empresa espanhola Renfe oferece vários tipos de passes. Eurodomino, Inter Rail, Europass e Eurailpass são para viagens pela Europa. O Spain Flexipass é específico para viagens pela Espanha. O Iberic Flexipass estende-se à Espanha e Portugal.

Grécia

Na Grécia, o viajante encontra boas opções de viagens de trem e vários tipos de passes. Alguns podem até combinar passagens aéreas, hotéis e bilhetes de trens, como, por exemplo, o Vergina Flexipass e o Greek Flexipass.

Uma das linhas mais interessantes é a que faz o trajeto Atenas - Telassoniki, em aproximadamente seis horas. Outro roteiro popular sai de Atenas e segue para a península peloponesa através de Corinto, com destino a Patras e Kalamata.

A companhia de trens grega Hellenic oferece outras rotas, que percorrem sítios arqueológicos e passam por paisagens deslumbrantes, como a Diakopto - Kalavrita.

Itália

Existem três tipos de passes para viagens internas pelo país: o Kilometrico, o Italy Railcard e o Italy Flexi Railcard.

O Kilometrico, válido para 20 viagens ou 3.000 km com circulação livre pela Itália, pode ser usado por uma ou até cinco pessoas viajando juntas. O bilhete possibilita livre escolha entre primeira e segunda classe, independente da idade.

O Italy Railcard também permite circulação livre pelo país e a escolha da classe do vagão, mas o passe é individual e os dias de viagem devem ser corridos e não flexíveis, como no Kilometrico.

Já o Italy Flexi Railcard difere do Italy Railcard apenas pelo fato de os dias de viagem serem flexíveis.

O grande orgulho italiano é o Pendolino, um trem ultra-rápido que faz o percurso entre Florença e Roma.

Suiça

Bermina Express
Se o viajante não estiver em grupo, pode fazer a reserva em qualquer estação de trem da Europa, pelo pelo telefone +41 (0)81 254 93 26 ou pelo fax +41 (0)81 254 91 05; Reservas para grupos também podem ser feitas pelos telefones acima.

Swiss Travel System
Uma alternativa é adquirir o Swiss Travel System, passaportes válidos em toda a rede de transporte suíço, incluindo o Bernina Express. O Swiss Travel System permite viagens ilimitadas durante 4, 8, 15, 22 dias ou 1 mês. Um passe de 4 dias consecutivos para um adulto viajando em primeira classe, por exemplo, sai por 360 francos suíços ou 233 euros em média.

Japão

Os trens japoneses são rápidos, confortáveis e pontuais, o que os torna o meio de transporte mais popular no país. Há linhas entre todas as grandes cidades, como Tóquio, Kyoto, Osaka, Hiroshima e Nagasaki.

O Japan Rail Pass é um bilhete especial, vendido apenas para estrangeiros em viagem ao Japão, que pode ser usado em todas suas linhas de trem, ônibus e ferry-boat, com validade de uma, duas ou três semanas. O valor do passe, que é individual e intransferível, varia conforme sua duração e a classe do vagão.

México

A principal viagem de trem pelo México, que percorre as montanhas de Sierra Madre e é chamada de Mexican Train Ride in the Sky, é mais um grande passeio do que um modo rápido de locomoção. O roteiro começa em Chihuahua, passa pelo canyon Copper, terra dos índios tarahumara, e termina em Los Mochis, no golfo da Califórnia. Durante todo o trajeto é possível apreciar a paisagem de cânions, vilarejos típicos, cachoeiras e praias.

 
 

© abcdoturismo.com.br - Todos os direitos reservados